SBS – Escola KM 80 receberá projeto de escoramento

São Bento do Sul

Na tarde de quinta-feira (29), o representante da Fundação Catarinense de Cultura, Diego Rossi Fermo, esteve em São Bento do Sul para uma visita na Escola KM 80, no bairro Dona Francisca. A casa, datada de 1928, é considerada uma unidade arquitetônica de expressivo valor cultural.

A diretora de Patrimônio Histórico Cultural e Arquitetônico, Barbara Simone da Silva, disse ser importante esse relacionamento com a Fundação Catarinense de Cultura justamente para acertar o projeto de escoramento da casa e também agilizar projetos de outras casas no município. “Queremos valorizar a nossa história, por este motivo estamos dando o primeiro passo, que é estreitar essa relação. A Escola KM 80 está bem deteriorada, principalmente por conta dos últimos temporais, que acabaram danificando boa parte da estrutura do telhado”, explicou.

Para o representante da Fundação Catarinense de Cultura, Diego Rossi Fermo, São Bento do Sul é um exemplo para outras cidades do Estado. “Com certeza podem contar com o nosso apoio. Daremos todo suporte ao projeto que irá beneficiar a história da cidade”.

A Fundação Cultural agora, irá elaborar junto ao departamento de projetos da Prefeitura e Fundação Catarinense de Cultura, o projeto de escoramento da casa.

História

A Edificação foi desenvolvida em um pavimento com sótão, construída em alvenaria autoportante rebocada. Possui planta retangular com cobertura em duas águas de acentuada inclinação, recoberta por telhas cerâmicas tipo francesa. As aberturas são verticalizadas com verga levemente arqueada e sobreverga fixada aproximadamente 30 cm do vão com o mesmo desenho. Uma cimalha de friso contorna a edificação dando acabamento ao beiral do telhado e delimitando o sótão na lateral.