Espeto

MDB

O ex-vereador e ex-prefeito Fernando Mallon – MDB, declarou ao blog, que sim, a ex-candidata a vice prefeita Eliane Hübl – MDB, tem o apoio do partido para concorrer a qualquer cargo, desde a deputada em 2022, ou ainda prefeita a vereadora em 2024.

MDB II

Mallon explicou que tudo depende da Eliane, pois ela saiu fortalecida da disputa, onde a chapa conseguiu com o PSD, mais de 10 mil votos. Mallon também disse, que ela também poderá ser a candidata a prefeita em 2024, ‘mas isso, claro depende mesmo dela’, ressaltou.

MDB III

Mallon ainda reforçou que em outubro o partido vai realizar eleições no diretório municipal, e ela é um dos nomes que o partido hoje tem para comandar a sigla. Sobre tudo isso, Eliane disse que precisa pensar muito ainda. É esperar para conferir!

Saúde

A secretaria de saúde de São Bento do Sul, deveria informar semanalmente onde e quais órgãos da administração, tiveram servidores afastados por Covid. Pois assim, a comunidade evitaria de ir até esses locais.

Saúde II

Já passados mais de 120 dias da nova administração, a secretaria de saúde, ainda não disse onde vai gastar os recursos vindos do governo federal. Será por que não tem um projeto para gastar, pois com isso corre o risco de devolver esses recursos que vieram para o combate a pandemia. Nem que seja para custear uma campanha. Mas até agora nada!

Citações!

Os vereadores bonzinhos do PP, de São Bento do Sul, fizeram uma visita de cortesia ao prefeito Tomazini – PSDB, até aí tudo bem, pois o bom relacionamento é importante. Mas a história e pródiga em deixar escrito o resultado disso. Assim ensina Mário Sérgio Cortella – Uma oposição frágil, fragiliza um governo! Um concorrente burro te emburrece! Um adversário fraco te enfraquece!

Citações II

“A política é quase tão excitante como a guerra e não menos perigosa. Na guerra a pessoa só pode ser morta uma vez, mas na política diversas vezes” – Winston Churchill.

Matriz de risco

A Matriz de Risco Potencial divulgada neste sábado, 1° de maio, aponta que apenas a região da Grande Florianópolis se manteve no patamar grave (cor laranja) para a transmissão da Covid-19. Todas as outras 15 regiões foram classificadas em nível gravíssimo (cor vermelha). Em comparação com a matriz divulgada no dia 24, as regiões de Laguna, Médio Vale do Itajaí e Oeste obtiveram um aumento no risco para a doença, saindo do nível grave para o gravíssimo. As regiões do Alto Uruguai Catarinense, Meio-Oeste e Planalto Norte são as que se encontram no nível mais crítico.