São Bento do Sul, 15 de setembro de 2019

09/09/2019 08:19

Prefeitura entrega produtos para unidades escolares

Rio do Sul

Na tarde do dia cinco de setembro a Secretaria de Educação de Rio do Sul (Seduc) realizou a entrega de cerca de R$ 750 mil em produtos eletrônicos, mobília e utensílios domésticos de porte industrial para as 34 unidades da rede municipal de ensino. Esta foi a última etapa do programa Fala Comunidade Educadora em 2019. O evento ocorreu no CEI Guilherme Butzke, no bairro Rainha. A entrega dos insumos e produtos eletroeletrônicos obedece a um planejamento possível por meio de reuniões em cada uma das unidades geridas pelo poder municipal. Este é o 3º ano consecutivo do programa, que foi retomado na atual gestão.

 

O prefeito José Thomé enumera que “mobiliário, computadores, notebooks e matéria-prima em geral servirão para equipar as unidades de ensino e melhorar a qualidade de ensino. O programa Fala Comunidade Educadora é uma forma democrática de proporcionar o desenvolvimento educacional”. Para a secretária de Educação, Janara Mafra, o Fala Comunidade Educadora é uma “maneira de manter o conceito de ‘Escola Viva’. Visto que estamos falando de um entendimento que vai além do espaço convencional que conhecemos. Algo que transcende o esquema ‘lápis, papel e caneta’. Também damos importância à ludicidade dos brinquedos e à praticidade proporcionada com o uso de novos equipamentos domésticos”.

 

Investimento

Em 2019 foram entregues quatro laboratórios de informática e em 2018 foram dois novos espaços. A servidora assegura que no ano que vem haverá novas escolas que passarão a contar com laboratórios inéditos. A secretária lembra, ainda, que a gestão feita pelos gestores das unidades escolares também contribui para aprimorar a infraestrutura educacional. “Aproveito para agradecer a iniciativa dos diretores que, de maneira geral, fazem eventos para arrecadar fundos como as tradicionais pasteladas, feijoadas e rifas”. Vale ressaltar que o Fala Comunidade Educadora inclui planejamento e investimento nos segmentos: pedagógico, administração financeira e gestão de pessoas. “Apenas em 2019 foram cerca de 500 horas de formação continuada para professores”, recorda Janara.

 

O investimento ainda inclui o início da obra da Creche Central que irá comportar 365 vagas. Está em processo de elaboração a licitação para melhorias no CE Roberto Machado (Progresso), que agora se tornou uma escola em tempo integral. O Ceplas (Barragem), que atende cerca de 700 alunos, agora conta com nova reestruturação e pintura. Em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), 10 turmas de professores participam de formação e vivência no Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI).

 

Thomé argumenta que “um modelo de educação empreendedora se consolida com: gestão, processo, planejamento, economia e organização. Eu considero de muita valia essa oportunidade de interagir com a comunidade e representantes da APP [Associação de Pais e Professores]. Reconheço o sentimento do professor, diretor e do líder comunitário de bairro ao ver o que conquistamos de concreto com este programa. Enfatizo que este é o momento de comprovar a melhoria que proporcionamos para as escolas que, com certeza, farão bom uso dos materiais”.

  • Imprimir
  • Entrar em contato
  • Link:
Todos os direitos reservados Cezar Miranda