São Bento do Sul, 21 de novembro de 2018

08/11/2018 07:48

Estudantes do 9º ano participam de palestra sobre empregabilidade

Rio do Sul

No dia 6 de novembro houve o encerramento do ciclo de palestras que integra o Programa de Iniciação ao Primeiro Emprego (Pipe). Foram dois meses de atividades neste formato de um programa que dura todo o ano. As palestras ocorreram no polo do centro educacional Sebastião Back. A palestra final ficou a cargo do advogado Marco Poffo que discursou sobre o tema ‘Empreendedorismo Social’.

“O palestrante argumentou sobre a realidade de ser empreendedor e sugeriu dicas para o êxito profissional”, destaca a chefe de gestão dos resultados de ensino, Adriana Soares. O Pipe é um programa de governo que foi retomado no primeiro ano da atual gestão. Consiste na oportunidade para que alunos do 9º ano possam se ambientar diante do mercado de trabalho.

Hoje atende cerca de 60 adolescentes de oito centros educacionais da rede municipal. As atividades são obrigatórias nas escolas de tempo integral como Ceplas e Ella Kurth, unidades dos bairros Barragem e Rainha, nesta ordem. Para as outras seis unidades de centros educacionais são opcionais.

A lista de temas abordados inclui:

- saúde e qualidade de vida no trabalho,

- orientação vocacional e curricular,

- oratória e comunicação empresarial,

- atendimento ao público e

- empreendedorismo social.

Os alunos foram orientados a elaborar plano de negócios, ação na qual contou com a participação de servidores da Casa do Empreendedor. “Agora está sendo formulado plano de negócios simplificado para apresentação que ocorre dia 28 deste mês no parque universitário Unidavi. Nesta data, inclusive, haverá exposição oral das empresas virtuais criadas pelos estudantes”, detalha a secretária de Educação, Janara Mafra.

Diversidade temática

Por meio de aula semanal, o programa propiciou discussão sobre temas contemporâneos como: panorama mercadológico, técnicas de competência, marketing, empreendedorismo, modalidades de empresa, transação comercial, gestão de negócio e vendas. Todos estes são assuntos já inseridos na proposta curricular do Ensino Fundamental.

“Buscamos fomentar a questão do jovem aprendiz quando ainda estão no Ensino Médio. Com o conhecimento adquirido, o jovem tem um auxílio na busca por uma profissão e pode ter critérios convincentes para definir a escolha”, ressalta Adriana Soares.

“A Seduc começou a introduzir a atividade para o aluno e prepará-lo nos anos finais do Ensino Fundamental. O nosso estudante vivencia a experiência e pode vislumbrar uma sólida carreira profissional. Acreditamos que quanto mais cedo é desenvolvido o aprendizado de empreendedorismo, melhor será para a própria autonomia de cada um”.

  • Imprimir
  • Entrar em contato
  • Link:
Todos os direitos reservados Cezar Miranda