Cezar Miranda

Notícias e os bastidores políticos de São Bento do Sul, Campo Alegre e Rio Negrinho
SBS – Interdição do IGP e IML foi tema de reunião

São Bento do Sul

Representantes do Instituto Geral de Perícias (IGP) e da Polícia Civil estiveram reunidos na quarta-feira (20) com o prefeito Antonio Tomazini e com o vice-prefeito, Tirso Hümmelgen. Objetivo é buscar uma solução conjunta para resolver o impasse referente à interdição do prédio do Instituto Médico Legal (IML), ocorrida em 2019, por conta de problemas apontados após vistoria da Vigilância Sanitária.

Devido à ausência de um espaço para realização de necropsia em São Bento do Sul, vítimas de acidente e de mortes não-naturais precisam ser levadas a outras cidades, aumentando a angústia das famílias e os custos.

De acordo com Tomazini, mesmo sendo uma atribuição do governo estadual, a Prefeitura vai auxiliar da forma que puder, pois o problema com o IML afeta diretamente a população de São Bento do Sul. Para tanto, nos próximos dias representantes da Prefeitura vão se reunir com lideranças do governo catarinense, em Florianópolis, e a questão do IML será um dos itens da pauta.

Também será discutido junto ao governo a possibilidade de uma nova sede para o Instituto Geral de Perícias (IGP). Atualmente o órgão atua em um imóvel alugado, mas o valor deverá ser reajustado nos próximos dias e com isso, o instituto não tem como arcar a diferença. Em agosto do ano passado o governo chegou a anunciar uma nova sede para o IGP, na qual também haveria espaço para a transferência do IML, que atualmente fica anexo à delegacia de Polícia Civil. No entanto, apesar do anúncio, não houve mais movimentação no sentido de reformar o espaço para receber os dois setores que fazem parte do Núcleo Regional de Perícias.

Toda a estrutura do IGP deveria ser transferida para a Rodovia Acesso Oeste, bairro Colonial, em um imóvel pertencente ao Departamento Estadual de Infraestrutura do Estado de Santa Catarina (Deinfra). Porém, aquele imóvel foi desapropriado pelo Estado na década de 1980, mas os documentos não foram formalizados.

Ao final do encontro, Tomazini reforçou a disposição da Prefeitura em tentar uma solução para o impasse. Participaram da reunião o prefeito Antonio Tomazini, o vice-prefeito, Tirso Hümmelgen, o assessor de Governo, Luiz Novaski, o delegado regional, Odair Rogério Sobreira Xavier, o perito criminal e responsável pelo Núcleo Regional de Perícias (NRP) de São Bento do Sul, Rogério Aurich, e a perita criminal, Lucineide Ziemann.