Cezar Miranda

Notícias e os bastidores políticos de São Bento do Sul, Campo Alegre e Rio Negrinho
Espeto

Finalmente

Está sendo lançada uma campanha séria e voltada a conscientizar as pessoas para os cuidados com a pandemia. A campanha criada pela equipe da assessoria de imprensa da prefeitura de São Bento do Sul, vai levar informações através da mídia, folhetos explicativos em bares e afins, além de parceria com a ACSBS, CDL e outras entidades civis.

Reforma administrativa

Esta semana um aliado do prefeito Tomazini, manifestando sua opinião sobre a reforma administrativa que está no forno. Pensa que a reforma deveria ser feita após um ano de mandato, para primeiro conhecer e saber quais secretarias, autarquias e diretorias realmente estão funcionando.

Reforma administrativa II

O esboço desta reforma está na mesa do prefeito Tomazini, mas algumas cópias foram distribuídas para os secretários. Uma coisa posso dizer, se muita gente tentar dar sua opinião e mudar alguma coisa, a reforma vai virar uma peça conhecida – Frankenstein.

Demora

Já se passaram 14 dias da nova administração de Tomazini e Tirso, e alguns setores ainda estão sem diretoria. O Departamento de Receitas, responsável pela arrecadação do município, ainda não tem um diretor. Isso é preocupante.

Em compensação

Pelos meus cálculos, já foram nomeados pelo menos 60 cargos comissionados no governo de Tomazini.

Velha prática

E lembrando das promessas de campanha de Tomazin e Tirso, de que iriam valorizar os servidores efetivos, independente de sigla partidária. Isso na prática e o que os bastidores apontam, é que alguns excelentes profissionais não estão “passando no crivo” da cúpula do partido (PSDB), por serem de partidos de oposição. É aquela velha máxima – Faça o Que Eu Digo, Não Faça o Que Eu Faço.

O cara!

Com o prefeito ainda afastado e trabalhando em casa, devido à sua doença, o assessor de governo, Luiz Novaski, tem feito das tripas o coração, participando de vários encontros e compromissos, de governo e com representantes da iniciativa privada.

Contribuição

Ainda bem que Novaski, pode contar com a contribuição efetiva e importante da presidente do legislativo, vereadora Carla Hoffmann – PSD. Desde o início da gestão, o legislativo tem contribuído e participado de reuniões importantes, com a FME, escolas particulares e outros setores.

Aprendeu!

E o governador Carlos Moisés – sem partido, aprendeu a duras penas a lidar com a Assembleia Legislativa. As mudanças na postura do chefe do Executivo Estadual, agora muito mais comunicativo e aberto ao diálogo com o parlamento. Pois uma coisa é certa, existem partidos e eles tem votos.

Pé-vermelhos

O deputado Carlos Chiodini -PMDB, divulgou que já trouxe um total de R$ 50 milhões do governo federal para SC. Uma das lideranças do MDB da região do Planalto Norte, disse que “num pau brabo”, nos municípios de São Bento do Sul, Rio Negrinho e Campo Alegre, desse mundão de grana, não deve chegar a R$ 500 mil”. Eles que são pé-vermelhos que se entendam!

Vai com Deus

O catarinense, nascido em Luzerna, foi o Arcebispo de Florianópolis que sucedeu a Dom Afonso Niehues, que foi Arcebispo da Capital por mais de 30 anos. Também está na história do agora falecido Dom Eusébio a articulação, devido a seu prestígio, que trouxe o Papa João Paulo II a Florianópolis em 18 de setembro de 1991.